Quarta, 02 de Dezembro de 2020 22:01
(88) 9 81453468
Dólar comercial R$ 5,24 0.268%
Euro R$ 6,34 +0.71%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.07%
Bitcoin R$ 106.720,84 +0.723%
Bovespa 111.878,53 pontos +0.43%
Boa Viagem Economia

Prefeitura deve gastar durante pandemia R$ 55 mil com aplicativo pra CDL

Segundo o projeto, o aplicativo servirá para comércio dos lojistas, prestadores de serviços, trabalhadores informais ou de qualquer outra espécie que desejem expor e comercializar em ambiente virtual seus produtos e/ou serviços.

08/05/2020 14h22
1.382
Por: Redação
Prefeitura deve gastar durante pandemia R$ 55 mil com aplicativo pra CDL

A prefeitura de Boa Viagem apresentou no último dia 05 de maio um projeto ao legislativo municipal para ser apreciado e em tempo recorde foi aprovado pela maioria, um termo de convênio entre prefeitura e CDL local para o desenvolvimento e implantação de um aplicativo de plataforma comercial para atender a empreendedores do município no valor de R$ 55.393,05 durante o período de pandemia de coronavírus no país.

Segundo o projeto, este assinado pela prefeita Aline Vieira e pelo presidente da CDL local, Adailson Queiroz, o aplicativo servirá para comércio dos lojistas, prestadores de serviços, trabalhadores informais ou de qualquer outra espécie que desejem expor e comercializar em ambiente virtual seus produtos e/ou serviços.

Por meio desse aplicativo, a prefeitura e CDL pretendem atrair comerciantes e pequenos empreendedores para se tornar usuários para vendas on-line, segundo a prefeitura e CDL, o serviço de implantação do aplicativo está a um custo inferior ao praticado pelo mercado, mas custa 54 mil reais a mais que um similar aplicado no município de Icó, que está pagando somente a hospedagem de armazenamento da ferramenta on-line no valor de R$ 400,00, que há pouco menos de 20 dias, apresentou o aplicativo e vem sendo aproveitado por empreendedores locais que tiveram interesse.

O que estranha no projeto são os valores para uma equipe com vários profissionais para o curto período e o pouco investido no valor de hospedagem do sistema que fique de forma on-line, o que seria o mais correto para o uso e armazenamento para atender a demanda dos interessados.

A previsão é de implantar o aplicativo no máximo em três meses, sendo possivelmente apresentado para o seu funcionamento somente após o tempo previsto por especialistas que a pandemia de Coronavírus (Covid-19) já tenha passado da fase de isolamento social.

 

JORNAL FOLHA DO SERTÃO CEARENSE

Ele1 - Criar site de notícias