É NOTICIA
TOPO
Fim da saga

Chorando e arrependido, Zé do Valério pretendia se matar ou morar no lixão

Quem afirma com detalhes é o vaqueiro João Elias que esteve com o assassino por 3 dias

15/07/2019 09h21
Por: Redação
3.621
Foto: Divulgação PMCE
Foto: Divulgação PMCE

Três dias após a prisão de Zé do Valério o assassino da jovem Danielle Oliveira de Pedra Branca-CE morta em abril deste ano, mais histórias são contadas sobre os momentos em que o vaqueiro João Elias esteve com o foragido.

Em entrevista, o vaqueiro afirma que conversava com Zé por longas horas incluindo o período noturno e que notou um certo arrependimento no assassino quando em determinado momento havia alimentado o homem. 

Segundo seu João, Zé se emocionou ao comer carne de carneiro, o alimento foi oferecido pelo vaqueiro que esteve mantendo o assassino sob sua posse enquanto armava uma estratégia para capturar o indivíduo em suas terras. ''Ele chorou, disse que estava arrependido do que fez e que pretendia ir pro lixão nem que fosse pra viver como mendigo'' afirma o agricultor. 

Ainda de acordo com o Vaqueiro, Zé afirmava que preferia morrer na mata por temer se entregar, todavia já não aguentava mais a caminhada pelos sertões em virtude das diversas feridas acumuladas no pé, a falta de água, comida e abrigo.

Os detalhes repassados por João Elias mostram a coragem do homem de estar ao lado de um autêntico assassino.

Zé responderá por dois crimes e aguarda julgamento. 

PORTAL SERT NEWS - TUDO O QUE ACONTECE

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários