É NOTICIA
TOPO
Independência

Polícia inicia buscas por Zé do Valério pelas matas de Independência

Assassino de Danielle foi avistado por dois agricultores que foram ameaçados de morte pelo indivíduo

04/06/2019 08h33
Por: Redação
Fonte: Diário SC
10.763
Apesar de a vegetação estar começando a secar a mata nativa continua muito densa na região dificultando as buscas. Foto: Divulgação
Apesar de a vegetação estar começando a secar a mata nativa continua muito densa na região dificultando as buscas. Foto: Divulgação

Independência. Quarenta dias após o assassinato da universitária Danielle de Oliveira Silva, 20 ano, em Pedra Branca, o suspeito do crime, José Pereira da Costa, vulgo “Zé do Valério“, ou “Emanoel”, abandonou vários objetos na localidade de Juazeiro, já no município vizinho, Independência.

Ele precisou fugir quando moradores identificaram ele se aproximando de um roçado na manhã desta segunda-feira (3). “Ele estava chegando perto de um morador quando vizinhos viram, alarmaram, se armaram com pedaços de pau e correram atrás dele, mas consegui se embrenhar no mato novamente“, relatou um agricultor pedindo para não ter o seu nome revelado.

A delegada da Polícia Civil em Pedra Branca, Anarda Pinheiro, confirmou que os pertences são do fugitivo da Justiça, e apontou que agora ele ficou inclusive sem mantimentos. “O cerco na região continua. Estamos trabalhando exaustivamente“, acrescentou.

Até um panelão e jerimuns roubados por ele quando atacou famílias na comunidade de Baixa e na vila de São Lourenço, na Serra do Facão, em Boa Viagem, outro município que faz limite com Pedra Branca, foram deixados na pressa para não ser preso. Moradores das localidades atacadas por ele afirmaram que o boné encontrado entre as diversas roupas, a maioria de mulheres, inclusive peças íntimas, abandonadas na fuga, era o mesmo usado por “Zé do Valério”, quando jantou em uma das residências.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários