TOPO
3.3

Moradores que presenciaram tremores temem abalos mais fortes; telhas sacudiram

Além de mais demorado, o barulho, parecido com o de um trovão, foi ouvido por aproximadamente 30 segundos.

21/04/2019 15h23
Por: Redação
Fonte: Diário do Nordeste - Sertão Central
1.058
José Angelim Feijão e os filhos Francisco José e Carlos José ficaram mais preocupados quem mora mais abaixo do vale. O estrondo maior ocorreu lá.
José Angelim Feijão e os filhos Francisco José e Carlos José ficaram mais preocupados quem mora mais abaixo do vale. O estrondo maior ocorreu lá.

Moradores das comunidades localizadas nos limites dos municípios de MadalenaBoa Viagem e Quixeramobim continuam assustados desde o último abalo sísmico registrado naquela região, na noite da quinta-feira (18). Alguns relataram que nem estão conseguindo dormir. “Os tremores estão ficando cada vez mais fortes. As telhas estão começando a sacudir. Daqui há pouco as casas da gente vão começar cair“, comentou preocupara a dona de casa Maria Anunciada Medeiros.

Além de mais demorado, o barulho, parecido com o de um trovão, foi ouvido por aproximadamente 30 segundos. Esse foi o relato do agricultor Douglas Silva. Ele mora com a família na localidade de Central, no distrito de Paus Brancos, a pouco mais de 10Km co Centro de Madalena. Dessa vez as telhasda casa se deslocaram com a tremedeira, apesar de o estrondo mais forte ser sido ouvido mais distante. Todavia, por enquanto, a maior parte da família ainda está tranquila, acrescentou.

De acordo com o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), o último abalo sentido pelos moradores  atingiu a magnitude 3,3 na Escala Richter. O LabSis confirmou o horário apontado pelos moradores. Ocorreu por volta das 20h30. Foi o maior desde o dia 17 de março, entretanto, não foi informado se a intensidade dos tremores está aumentando.

Em reunião com moradores das comunidades atingidas o sismólogo Francisco Brandão, da Defesa Civil do Ceará, explicou detalhadamente como esses fenômenos ocorrem, sendo inclusive comuns no Ceará. Todavia, ressaltou que apesar da tecnologia disponível não é possível prever com exatidão de antecedência quando vão ocorrer e a intensidade, magnitude. Por morarem geralmente em áreas isoladas, com poucas edificações, a forma mais segura é sair de casa e armar uma tenda para dormir.

Essa era exatamente a estratégia da família do agricultor José Angelim Feijão quando ouviram o estrondo, mas o tremor não foi sentido na casa deles. “O barulho mais alto ocorreu um pouco distante daqui, mas nessas horas sabemos o que fazer“, relatou. “A preocupação maior está na possibilidade de se tornarem ainda mais fortes“, completou o filho Francisco José Feijão.

De acordo com os representantes da Defesa Civil nos três municípios, até a publicação desta edição nenhum desabamento ou dano material foi causadoaos moradores.

A causa

Tremores de terra são comuns no Ceará. Segundo o Laboratório de Sismologia da UFRN, ocorrem devido a fossas subterrâneas que estão constantemente em atividade sismológica. Elas são ligadas ao encontro das placas tectônicas no Oceano Atlântico, que ligam a América do Sul ao continente africano.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
QuixeramobimQuixeramobim - CE Quixeramobim é um município brasileiro do estado do Ceará, localizado na Mesorregião dos Sertões Cearenses. É a segunda maior cidade do sertão central, com uma população de 75 565 habitantes. - Winkipédia
Boa Viagem - CE
Atualizado às 06h49
23°
Poucas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 21°
23°

Sensação

25.9 km/h

Vento

66.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Animado
NUTRITEC
ESCRITÓRIO BRASIL
Municípios
O melhor Conteúdo II
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio
Anúncio