PUBLICIDADE

Estado do Ceará recebe novos mergulhadores de resgate

A qualificação, que é uma das mais importantes e tradicionais dos corpos de bombeiros no Brasil é conhecida pelo alto grau de dificuldade.

Postado por: Sert News

30/05/2017 às 20h17 atualizado em 30/05/2017 às 20h17

Estado do Ceará recebe novos mergulhadores de resgate
Divulgação

As vinculadas da SSPDS - Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) e o Corpo de Bombeiros (CBMCE) - realizaram, nesta segunda-feira (29), a Solenidade de Encerramento do Curso de Mergulho Autônomo (CMAUT). O evento aconteceu na Praia Formosa, e contou com demonstrações de mergulho no mar. A qualificação, que é uma das mais importantes e tradicionais dos corpos de bombeiros no Brasil é conhecida pelo alto grau de dificuldade. 

 

Nesta edição, que teve a participação da aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), apenas oito militares – incluindo sete bombeiros e um policial militar – conseguiram chegar à reta final do curso e a partir de agora serão mergulhadores de resgate do CBMCE, atuando em ocorrências de busca, resgate e salvamento aquático, em profundidade de até 50 metros, com pouca ou nenhuma visibilidade.

 

A qualificação, que é uma das mais importantes e tradicionais dos corpos de bombeiros no Brasil é conhecida pelo alto grau de dificuldade. Nesta edição, apenas oito militares conseguiram concluir todas as etapas do treinamento de 318 horas/ aulas.

 

 

 

 

 
 O curso foi realizado no Núcleo de Busca e Salvamento (NBS), do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, e incluiu aulas de direitos humanos; ética e cidadania; mergulho livre; mergulho autônomo; física do mergulho e tabelas de mergulho. Além de instruções práticas de travessias e mergulhos, busca e resgate de pessoas com equipamento autônomo e mergulho em açudes e comportas, entre outras atividades inerentes ao serviço de salvamento. 
 
Segundo o comandante do NBS, tenente-coronel BM Holdayne do Nascimento Pereira, os novos mergulhadores atuarão em Fortaleza e Aracati, reforçando os trabalhos que já são realizados pela corporação. “Hoje, no Ceará nós temos uma média de 50 mergulhadores, isso no NBS (Fortaleza) e também no interior, como em Juazeiro do Norte, Iguatu, Crato. Temos mergulhadores espalhados em todo o Estado todo e esses oito novos mergulhadores irão reforçar o Corpo de Bombeiros como um todo”,  explicou o oficial. 

FONTE: AESP

0 Comentário (s)